Somos o que somos

Somos o que transmitimos. Somos alegria, fé e esperança quando deixamos transparecer o otimismo no olhar, quando insistimos em enxergar o belo, o bom, o que acrescenta, o que faz feliz. Saber cultivar a alegria é um dom que pode ser aprendido quando se decide mudar alguns hábitos nocivos: reclamar, maldizer, julgar…

Ao contrário disso, sorrir e agradecer são ordens a serem cumpridas todos os dias. Desejar o bem para todos, iluminar com otimismo e alegria quem se encontra na escuridão dos sentimentos mesquinhos, do pessimismo, do egoísmo, da ausência de esperança.

A alegria expulsa o desânimo, a angústia, a ansiedade, a tristeza… A alegria encontra nos momentos mais simples inúmeros motivos para viver e ser mais grato. Tem gente que falha tentando encontrar a alegria nas coisas quando, na verdade, ela habita dentro de si mesmo. É por isso que quem sabe onde fica a fonte de sua própria felicidade não deixa que nada lhe retire a alegria de viver.

Talvez você goste disso

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.